Notícias

Brasil vs México no Castelão

Os torcedores presentes ao estádio em Fortaleza cumpriram à risca o pedido do capitão Thiago Silva. Assim como os atletas, cantaram o hino abraçados e prosseguiram com a canção mesmo após o corte da melodia promovido pelo cerimonial da Fifa.

Já no túnel era visível que os jogadores da seleção brasileira não estavam diante de um jogo comum. No olho direito do capitão Thiago Silva havia uma lágrima furtiva que parecia residual de uma tarde de junho de 2013 no mesmo Castelão e contra o mesmo México. Seria válido dizer que o momento da execução dos hinos era quase tão esperado quanto um gol.

E Fortaleza deu a seleção uma injeção de adrenalina tão impressionante como a do ano passado, ainda que sem o fator surpresa. Foi possível ver diversos jogadores brasileiros cantando com expressões sérias, muito menos emocionadas que na partida de abertura, no Itaquerão.

Ainda assim, o impacto foi impressionante. Tudo bem que, diferentemente de 2013, porém, a torcida mexicana estava em número muito maior em Fortaleza, ocupando diversas áreas do estádio. E a execução do hino mexicano foi apaixonada, quase que um desafio ao que viria dos anfitriões, e possivelmente estimulado por vaias de alguns setores brasileiros.

Assim como pedira o capitão Thiago Silva, os jogadores se abraçaram para cantar o hino e a torcida também obedeceu. Foi possível ver voluntários e mesmo funcionários do Comitê Organizador cantando e filmando as reações da torcida.

No fim, Neymar foi um dos jogadores que não segurou as lágrimas. Mais uma vez a seleção estava “carregada” na Copa do Mundo.


Booking.com

Fique Atualizado

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente nossas atualizações

Artigo AnteriorPóximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *